Os 7 de Setembro do Brasil

Em 7 de Setembro de 1822, o então príncipe Regente D. Pedro as margens do então riacho Ipiranga, onde ocorreu o “Grito do Ipiranga”.

Assim, o Império Brasil seria criado e reconhecido somente em 1825 através de um acordo entre Brasil e Portugal.

Assim, hoje comemoramos o 7 de Setembro como o dia da Independência do Brasil, fato histórico de importância única e que deve ser lembrado e relembrado.

E o Brasil continua sua caminhada de independência, pois é um jovem e em busca de um lugar no mundo.

Hoje o país luta pela independência contra um sistema podre, como homens e mulheres, que olham para si e não para o país.

O Brasil tem lutado bravamente contra um círculo de corrupção que tem levado o país a mísera financeira, moral de todos os brasileiros.

Mas vamos sair fortalecidos e com uma nova nação de tudo isso.

Por isso, vamos comemorar nossa história, para podermos fazer história!

Feliz dia da Independência.

REFORMA POLÍTICA OU REFORMA PARA POLÍTICOS?

Realmente o político não está conectado com a realidade e com os fatos que tem acontecido diariamente na vida do país.

Uma grande maioria parece que está interessada simplesmente em se beneficiar enquanto uma pequena minoria em trabalhar pelas melhorias do pais.

Enquanto o povo brasileiro, e aqui classe média e pobres, estão preocupados como vão pagar as contas, preocupados em não ficar doentes, com segurança e com a escola dos seu filhos, eles colocam em pauta a reforma política.

A reforma política tem de acontecer sim, mas não assim!

Aprovar o financiamento público de campanha, com este valor que hoje seria R$ 3,6 bilhões e que só beneficiará eles é de uma imoralidade sem fim.

Está totalmente desconectado com que o povo necessita hoje!

Por que não trazer a tona a reforma tributária, diminuindo a carga tributária das pessoas e empresas?

Por que não discutir o fim dos cargos indicados em todas as esferas públicas?

Por que não discutir o fim de tantos privilégios para eles, como redução de verbas, auxílios viagem, etc?

E por que os sindicatos e escolas não se manifestam?

Estamos cansados!

DIREITA OU ESQUERDA? AMBIDESTRO

No Brasil estamos vivendo momentos de grandes conflitos, de grandes descobertas, de grandes dificuldades, de grande união, de grandes modificações.

E o embate entre direita e esquerda, certo ou errado, justo e injusto, tem sido frequente a todo momento.

As pessoas de optado por um lado ou as pessoas tem qualificados as outras entre esquerda e direito, bandido e mocinho de diversas histórias.

Quando na verdade só existe um lado:

  • Ser justo;
  • Ser ético;
  • Fazer algo de verdade para o mais pobres(veja não ser ou ter posição a favor dos mais pobres e FAZER);
  • Termos uma economia justa;
  • Termos um estado forte;
  • A educação ser de ÓTIMA QUALIDADE para TODOS (não é só para o pobre é para todos);
  • A saúde ser de ÓTIMA QUALIDADE  para TODOS não é só para o pobre é para todos);
  • Um país onde as leis são justas e são para todos;
  • Menos impostos e mais serviços públicos de qualidade;
  • SEGURANÇA de verdade;
  • Programas sociais de VERDADE (que ensinem e tirem as pessoas das más condições de vida para uma vida de verdade, onde possam trabalhar e ganhar seu dinheiro);
  • Bandido é bandido e ponto final;
  • Estado menos intervencionista;
  • Estado forte;
  • Pessoas felizes;
  • Povo com oportunidade;
  • Um país onde plantando tudo dá (ou seja empreendedor);
  • Classe média seja respeitada, valorizada e ampliada;
  • Equilíbrio  entre Capital e Social;
  • Respeito das maiorias com as minorias;
  • Respeito das minorias com as maiorias.
  • Imposto Único;
  • Respeito com as empresas e empresários;
  • Leis Trabalhistas que equilibrem a relação empregado e empregador (onde ter um empregado seja motivo de alegria e crescimento e não de peso e ser empregado seja motivo de alegria, de receber condições de trabalho e salários justos através do mérito);
  • Lei Previdenciária igual para TODOS;
  • Reforma Tributária ( que façam as pessoas crescerem financeiramente e não acabarem com elas);
  • Respeito ao próximo.
  • Ética;
  • Honestidade;
  • Honra.

Entre tantas outras coisas que não são questão de lado e sim de pessoas.

Hoje, garanto que inúmeras pessoas não são de direita ou esquerda, elas possuem inúmeras opiniões e posições que a caracterizariam como  ambidestra.

Talvez o homem e a mulher ainda não ser perceberam disso, não mais um conceito mas a união de todos que irão modificar o nosso Brasil.

Não é um lado, uma cor, que está certo ou errado o momento é de deixar os lados e criar uma reta, com tudo o que temos de melhor.

Somos fruto da união e somente com a união de conceitos, idéias e pessoas criaremos um novo futuro.

Somos ambidestros!

Abraços

Guilherme Brito

O BRASIL PEDE PASSAGEM

O Brasil pede passagem ao um Estado arcaico e corrompido pelo tempo e pela corrupção.

Nossos políticos ainda não entenderam ou não querem entender que o povo e suas necessidades mudaram radicalmente, assim como o mundo mudou.

A revolução da tecnologia, coma  informação rápida, todos praticamente conectados, as coisas conectadas as pessoas, trouxe uma nova sociedade rapidamente.

Uma sociedade que sabe que a reforma da previdência é importante e que não se importa trabalhar até os 65 anos. Mas não quer outras categorias tenham privilégios, como a própria classe política que continuaria a se aposentar com seus salários de deputados e senadores, bem como alguns servidores que manteriam privilégios.

Entendemos que  a reforma tem de ser feita, mas para todos, pois hoje eles estão políticos, mas não podem se aposentar como e sim como um cidadão comum.

E também não podemos ter diferenças de profissões publicas e privadas.  Agora, temos de aprender é a lidar com o dinheiro para na velhice termos alguma ide pendencia.

Queremos reformas trabalhistas, mas que sejam saudáveis para empregadores e empregados.

Empregadores querem que o fato de ter um funcionário não seja um fardo, um peso e sim motivo de alegria e progresso.

Empregados querem ter prazer em trabalhar e ganhar por isso, sem ter de dividir ou repartir com pessoas que não trabalham.

Não nos interesse voto em lista, o que queremos é limites nas eleições, não queremos que para se eleger precisem de tanto dinheiro para comprar votos.

Ainda não queremos reeleições infinitas, tem de ter um limite de 2 mandatos por pessoa por cargo, para que ele contribua para sociedade mas sem criar raízes no poder.

Queremos que a os problemas da educação, saúde e segurança sejam resolvidos com seriedade, com todos tendo direito a serviços públicos de qualidade.

Pagamos impostos, mas queremos resultados do nosso dinheiro.

O Brasil mudou e o Estado, a política aplicada ainda não.

Se o político não se modernizar, um rolo compressor irá passar por ele, assim como acontece com quem não se atualiza na sociedade moderna.

As eleições serão no próximo ano e com tudo o que está acontecendo é o tempo certo para eles se conectarem com o novo Brasil.

O BRASILEIRO ESTÁ ENFRENTANDO SEU PIOR FANTASMA!

ELE MESMO!

Nós brasileiros por anos e anos criamos a tese que somos espertos, que devemos e levamos vantagem sobre tudo e todos.

Temos um “jeitinho” para tudo ou não é?!

E no dia a dia, desde o dvd pirata, passando por parar em fila dubla, furar a fila e até não devolver o troco errado que recebemos.

Nos acostumamos a ver escândalos e mais escândalos de corrupção, seja ele qual for, podia ser a máfia dos fiscais, a adulteração da gasolina, do detran, desvios da água da seca, sanguessuga, enfim qualquer quer fosse o enredo virava samba e tava tudo bem, afinal aqui é Brasil!

Ou não é?!

Mas agora a conta de tudo isso ficou muito cara, pois agora que tanto precisamos dos benefícios da saúde, educação, segurança, etc, não temos e não teremos.

Temos agora de enfrentar o fantasma que criamos o da corrupção, do lucro ou facilidade fácil.

Agora, é muito duro ver o resultado daquilo que nos acostumamos e do que cultivamos com certo carinho.

Agora a conta chegou e cara!

Desvios bilionários, contas na suíça, contas em cuba, milhões e milhões de impostos nas contas de A, B, C menos na conta do país.

E agora, o “jeitinho”, a Lei de Gerson, virou um fantasma que nos tem assombrado todos os dias, pelos jornais, tv, rádios.

E pior, esses fantasma tem nos assombrado, quando agora enfrentamos a maior crise política, institucional, moral…

E como enfrentar esse fantasma?

Da mesma forma que o criamos teremos elimina-lo, na base da mudança de comportamento, mentalidade, na base da educação moral e de valores.

Um grande trabalho que já começou com a Operação Lava Jato e que agora depende muito de nós.

Além disso, precisamos mudar nosso comportamento e educar os demais, pois nossos políticos nada são do que o produto da nossa sociedade.

Por isso, não podemos aceitar que nenhum dos envolvidos nos escândalos de corrupção ou seus partidos participem de qualquer eleição.

Os partidos devem participar de qualquer eleição quando tirar o envolvido de sua legenda ou quando o investigado tenha provado sua inocência, o mesmo servindo para o envolvido no  escândalo.

Vamos mudar o país e torna-lo grande e único!

 

ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM

Eu, você e milhões de brasileiros estamos nos sentindo assim, como PALHAÇOS.

Ao assistir, a delação do dono da JBS dizendo que deu milhões para um para comprar votos contra o impeachment da Dilma, deu 150 milhões para Lula e Dilma e mostrava o depósito para o Guido Mantega.

Deu 6 milhões para o Serra, 2 milhões para o Aécio, que para o Temer foi 15 milhões.

Que até para o Eduardo Campos tinha ido grana.

Poxa! Que m… eles estão fazendo nesse país!

Nós elegemos criminosos sucessivamente?

Tá explicado por não temos saúde, educação, segurança.

Tá explicado por que pagamos impostos altos e não temos nenhum serviço público descente!

Tá explicado por que eles não desgrudam do poder, por que não querem uma reforma política honesta.

Agora, quanto esse senhor da JBS ganhou então com tudo isso?

Sabe o que seria correto, era ninguém mais comprar produtos da JBS! Mas isso também seria injusto com milhares de funcionários que são tão vítimas quanto nós.

Agora, poderia tudo isso ser mentira? Mas tanta assim?

Meus amigos somos palhaços de um circo e há anos essas pessoas vem nos conduzindo e manobrando como bem entendem.

Uns nos conduziram com bandeiras vermelhas, outros com bandeiras tucanas, outros com bandeiras sei lá que cor.

Estamos revoltados, somos um povo ferido!

Mas isso, não vai ficar assim!

Isso não pode ficar assim!

 

ELEIÇÕES

Agora que a casa caiu de vez, uma turma vem pedido eleições diretas e tudo mais.

Bem em primeiro lugar devendo uma tese que da mesmo forma que um time de futebol é responsável pelos atos de seus torcedores dentro e fora de campo, em caso de brigas e tudo mais, perdem mando de campo, jogam sem torcida e até podem ser expulsos da competição, assim tem de ser os partidos.

No caso de um filiado ou eleito estiver sob investigação, processado ou envolvido em um escândalo, o partido não pode participar de eleições até que se resolva o problema.

Ou expulso do seu partido ou espera o julgamento.

Simples.

Outra coisa, quanto as eleições diretas isso me preocupa muito, pois alterar a constituição é algo muito sério e perigoso e da margem a muitas manobras futuras.

Entendo os que se preocupam e pensam na estabilidade.

Mas o nosso ordenamento jurídico prevê todos os passos, em caso de falta do presidente.

Não é um caso onde falte legislação ou que existem lacunas, a lei é clara e fala sobre cada passo.

Devemos ter cuidado, pois estamos cansados de ser massa de manobra para projetos políticos dos outros, temos de parar e pensar um pouco mais antes de pedir eleições diretas.

BRASIL TURBULENTO

Não é de hoje que o nosso Brasil tem passado por momentos políticos graves que tem arrastado todo o país para uma turbulências que não tem fim.

Saímos da ditadura diretos para mãos de Sarney do PMDB vivendo grave crise econômica.

Pelo voto elegemos Collor, que por corrupção em sua eleição caiu e entrou Itamar, que arrumou a casa (será).

Depois, FHC manteve as coisas em ordem, mas também o país não avançou e seus escalados de corrupção até hoje sem explicação.

Veio Lula, com os projetos sociais e o mensalão.

Depois Dilma, a mãe do PAC, a gerentona e o maior escalado da corrupção no governo e nas eleições da nossa história.

Das lajes das construtoras, para o churrasco do frigorífico.

O povo está paralisado com gravações e delações de negócios bilionários, enquanto classe média e baixa contam centavos para pagar as contas e os impostos que financiam tudo isso.

Nós todos estamos revoltados com os dois lados políticos nossos compromissados unica e exclusivamente com eles próprios.

E esses poucos políticos tem a petulância de colocar o povo brasileiro contra o povo brasileiro.

Isso não podemos aceitar, somos um só povo e juntos vamos nos defender de meia dúzia de brasileiros bandidos que tem roubado nosso futuro.

Esses políticos que nos tem golpeado até hoje são meia dúzia e nos somos um povo que não podemos nos deixar abater.

Temos de lutar contra essa meia dúzia, vamos nos manter firmes, trabalhar e lutar de forma democrática.

COMO NA EMPRESA – ÉTICA NO DIA A DIA

Desde pedir para colocar 2 reais a mais no recibo do taxi, passando pela conta do restaurante, por desvios de mercadorias, até a balanços falsos escondendo prejuízos e garantindo bônus!

A realidade inconveniente que as empresas encaram agora de frente.

Bela matéria em tempos de combate à corrupção do eixo público-privado e em tempos de conversas sobre ética!

 

TE VI HOJE

Você foi lembrada hoje, bandeira nacional!
Olhei a foto e vi você tão grande, maior que todos que ali se apresentavam.
Percebi que era a única em mar de uma cor, que não é o nosso.
Mas você é muito maior.
Percebi também um certo desconforto da pessoa que queria te empunhar, pois essas não são as cores dele.
Vi que você também percebeu, e se dobrou indo para outro lado, dizendo deixa pra lá.
Mas assim, como muitos, usam suas cores quando interessa.
Mas o que interessa é que você é a cor de um Brasil, dos que te amam!
Você é o verde, amarelo, azul, estrelado do nosso Brasil.