DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

 Dia 21/3 foi escolhido para ser o dia Internacional da Síndrome de Down.

Rapidamente entendemos por que 21/3: 21 é o cromossomo alterado com um par a mais, então com 3 (trissonomia).

Um dia escolhido, entendo eu, para ser comemorado, respeitado, conscientizado, divulgado e amado.

Temos de conhecer e vivenciar todos os sorrisos, olhares, os abraços de surpresa, os beijos, enfim o amor que uma criança, de um adolescente, de um adulto com síndrome de down, mas precisamos ir além.

Um dia para exigir respeito das escolas que negam vagas, dos hospitais públicos e privados despreparados, das rede pública sem serviço de fisioterapia, fonoterapia e TO.

Um dia para conscientizar aqueles poucos ainda que nos veem com outro olhos, com os olhos do preconceito e da indiferença.

O dia se torna tão importante pois ao exigir isso para nós downs, permitam escrever assim, percebemos que é estamos exigindo para todos nós pessoas comuns.

Podemos falar da beleza do amor, do ser especial, mas temos de falar hoje, também, que inúmeras escolas não dão vagas por serem crianças com síndrome de down! E quando não dão a vaga para ela, também não irão dar para outras com algum tipo de deficiência!

Quando a rede pública e privada não está preparada para dar suporte ao tratamento de uma pessoa com down, ela mostra que não está preparada para dar suporte a ninguém!

Um dia para acabar com o preconceito contra os downs, contra os negros, contra religiões.

Por isso um dia tão especial!

Como não amar uma pessoa com síndrome de down? Como não querer ganhar seu sorriso fácil, seu beijo melado, seu abraço apertado, seu olhar que parece ler a sua alma!

Como não amar o seu próximo?

Amar, respeitar, dar oportunidade a um down, é amar, respeitar e dar oportunidade a vida!

É fazer isso a qualquer pessoa.

Sei que estou aqui falando tudo isso com você por que tenho uma filha com síndrome de down, e sei que só estou falando isso por causa disso, mas você também pode mudar isso.

Tudo o que aprendo com minha filha e seu amigos, é não ser hipócrita.

Sei que quero muito uma sociedade humana, inclusiva, etc, por causa dela, pois antes era egoísta de mais para não ver o meu próximo e é assim que muitos vivem, vendo as dificuldades do outro, mas não vendo com o coração.

Não sou mais nem menos que ninguém, ter pai de uma linda filha down, não me faz especial, me faz igual.

Igual a você, com os mesmos problemas, alegrias, dúvidas e certezas.

Mas é minha missão falar isso, somos todos iguais! E hoje é o dia de mostrar isso ao mundo, pois o que todos os downs querem é ser iguais para poderem mostrar o amor que eles tem e que você também tem.

Todos os setores tem de respeitar o downs, os deficientes físicos, todos as pessoas especias e as pessoas comuns.

Isso faz uma sociedade girar, todos iguais e com respeito!

Hoje dia 21 de Março dia Internacional da Síndrome de Down, ou como chamamos a síndrome do amor.

Que a síndrome do amor contagie todo esse nosso mundo!

Abraços

Guilherme Brito

 

Uma ideia sobre “DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

  1. Parabéns pelo texto, que fala não só do lado “bonito” que as pessoas querem ressaltar do down, da forma carinhosa que eles nos tratam, da alegria, da pureza do olhar….mas principalmente da igualdade na sociedade, na escola, na saude; da quebra de preconceito e da busca por direto a tratamento adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *