SENTI SUA FALTA

Senti falta de você ontem.
Te procurava e não vi suas cores, suas estrelas, suas palavras.
Via outras cores que não as suas, pessoas abraçadas a outras e não a você.
Pessoas brigando por outras cores que não as suas!
Por isso, eu e milhões de outras pessoas acho não acreditamos naqueles que traziam outras cores, pois não era você!
Mas te trago em mim e sempre estaremos juntos pois nós somos o Brasil!
Guilherme Brito

Recebemos diariamente uma infinidade de notícias ruins: a crise, a recessão, a política, corrupção, violência, etc.

Temos ainda, a cobrança da família aqui, uma nota baixa ali, a escola que chama para conversar que o filho apronta e não presta atenção, é um febre do filho, relaxamos da saúde também.

A grana tá curta, acaba antes mesmo pagarmos todas as contas! E olha não gastamos com nada (não é assim que falamos)!

Não é assim, nossa vida muitas vezes?

E nosso objetivo, onde está mesmo? Que objetivo mesmo?

Aquele que conversamos no inicio do ano.

Aqueles sonhos, desejos, esperanças que na virada do ano tivemos.

Agora, passados 4 meses, como eles estão, com tudo isso que estamos vivendo?

Pode ser que o seu esteja beleza, ótimo, mas muitos estão tão mergulhados no operacional da vida que nem lembram mais.

Portanto, agora meus amigos, FOCO E FORÇA tem de estar alinhados, e devem estar reforçados por uma FÉ inabalável!

Mas FÉ, em que? Quem?

FÉ, pode se traduzir na sua força interior, na sua capacidade de realização(não esqueça da humildade)!

FÉ, na sua garra e determinação.

Pela minha formação, posso te assegurar que também e  principalmente em Deus! O único cara mais certo nas horas incertezas!

Quando tudo embaralha, tudo some,  não tenha vergonha, medo, de por o joelho no chão e conversar com ele.

Aqui não quero entrar no mérito de que DEUS, somente DEUS!

AGORA É FÉ!

E PÉ NA ESTRADA!

Abraços

Guilherme Brito

 

FORÇA

Continuando nossa trilogia: FOCO, FORÇA E FÉ.

A nossa força necessariamente não precisa ser física, mas principalmente tem de ser mental.

Uma vez alinhado com nosso objetivo, todas as nossas energias, pensamentos, tem de estar depositados no exito da nossa missão.

Temos de estar com a “faca nos dentes”, como “olhos de tigres”, para o que queremos alcançar.

Nossa determinação nossa força tem de estar depositada na nossa vontade de vencer.

Desafios, contra tempos, problemas, tenha certeza, vão existir mas a força interior nossa fará superar tudo.

Força!

Abraços

Guilherme Brito

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

 Dia 21/3 foi escolhido para ser o dia Internacional da Síndrome de Down.

Rapidamente entendemos por que 21/3: 21 é o cromossomo alterado com um par a mais, então com 3 (trissonomia).

Um dia escolhido, entendo eu, para ser comemorado, respeitado, conscientizado, divulgado e amado.

Temos de conhecer e vivenciar todos os sorrisos, olhares, os abraços de surpresa, os beijos, enfim o amor que uma criança, de um adolescente, de um adulto com síndrome de down, mas precisamos ir além.

Um dia para exigir respeito das escolas que negam vagas, dos hospitais públicos e privados despreparados, das rede pública sem serviço de fisioterapia, fonoterapia e TO.

Um dia para conscientizar aqueles poucos ainda que nos veem com outro olhos, com os olhos do preconceito e da indiferença.

O dia se torna tão importante pois ao exigir isso para nós downs, permitam escrever assim, percebemos que é estamos exigindo para todos nós pessoas comuns.

Podemos falar da beleza do amor, do ser especial, mas temos de falar hoje, também, que inúmeras escolas não dão vagas por serem crianças com síndrome de down! E quando não dão a vaga para ela, também não irão dar para outras com algum tipo de deficiência!

Quando a rede pública e privada não está preparada para dar suporte ao tratamento de uma pessoa com down, ela mostra que não está preparada para dar suporte a ninguém!

Um dia para acabar com o preconceito contra os downs, contra os negros, contra religiões.

Por isso um dia tão especial!

Como não amar uma pessoa com síndrome de down? Como não querer ganhar seu sorriso fácil, seu beijo melado, seu abraço apertado, seu olhar que parece ler a sua alma!

Como não amar o seu próximo?

Amar, respeitar, dar oportunidade a um down, é amar, respeitar e dar oportunidade a vida!

É fazer isso a qualquer pessoa.

Sei que estou aqui falando tudo isso com você por que tenho uma filha com síndrome de down, e sei que só estou falando isso por causa disso, mas você também pode mudar isso.

Tudo o que aprendo com minha filha e seu amigos, é não ser hipócrita.

Sei que quero muito uma sociedade humana, inclusiva, etc, por causa dela, pois antes era egoísta de mais para não ver o meu próximo e é assim que muitos vivem, vendo as dificuldades do outro, mas não vendo com o coração.

Não sou mais nem menos que ninguém, ter pai de uma linda filha down, não me faz especial, me faz igual.

Igual a você, com os mesmos problemas, alegrias, dúvidas e certezas.

Mas é minha missão falar isso, somos todos iguais! E hoje é o dia de mostrar isso ao mundo, pois o que todos os downs querem é ser iguais para poderem mostrar o amor que eles tem e que você também tem.

Todos os setores tem de respeitar o downs, os deficientes físicos, todos as pessoas especias e as pessoas comuns.

Isso faz uma sociedade girar, todos iguais e com respeito!

Hoje dia 21 de Março dia Internacional da Síndrome de Down, ou como chamamos a síndrome do amor.

Que a síndrome do amor contagie todo esse nosso mundo!

Abraços

Guilherme Brito

 

CORRIDA INSTITUTO OLGA KOS

Faz muito tempo que não participo de uma prova de corrida de rua.

Parei, de participar um pouco, por causa dos valores muito altos, por causa de pagar inscrição e um monte de pipoca acabar te fazendo de idiota e também por que não estava muito afim de acorda 5:00 para ir correr, tenho de admitir.

Mas essa corrida é especial reflete um trabalho, uma luta de inúmeras pessoas e não podia estar fora.

Não era só o fato de fazer a inscrição e pagar, não era isso.

Cada um de nós lá presente demonstra  que estamos juntos com a luta, a causa, com a inclusão, seja o nome que se queira dar.

Mas em especial hoje, 19/03/17, o dia amanheceu fechado, garoando, frio e quando acordei as 5:00, pensei: “Vou ficar aqui mesmo, tá louco!”.

De imediato lembrei das inúmeras vezes que falo as minhas filhas que não importa se chove mas tem de ir para escola.

Lembrei que com chuva, frio ou sol, minha filha que tem síndrome de down, vai para sua terapias firme e forte, vai a luta.

Tinha de estar lá.

E assim, fui determinado não só a correr, mas a demonstrar que estamos junto spela inclusão, estamos juntos pela vida de todos.

Pois, estar correndo nessa data, não era pelo tempo, pela medalha, pelo recorde pessoal, era pela vida!

Quando demonstramos nosso respeito e amor pelo nosso povo com síndrome de down, mostramos nosso amor pela humanidade!

Por isso não podia ficar na minha cama, tinha a obrigação de estar ali junto com todos que lutam, agradecendo, conscientizando e pedindo hoje e sempre respeito.

Parabéns ao Instituto Olga Kos pelo trabalho, pela corrida e pelo o amor de vocês.

Parabéns a todos os participantes.

Guilherme Brito

 

Era para ser off mas…

Você não aparece nos treinos, mas segue a sua planilha treino e de acordo com a sua agenda vai fazendo os treinos sem ninguém para ver você treinando.

Falta tempo para família, para estudar, para o trabalho, falta também para os treinos.

Então você consegue aquele tempo e emplaca uma semana boa de treinos, mas falta algo..,

Treinar em um dia “off”,  para dizer para você mesmo agora sim eu estou treinando.

Dia “off”, é um dia que na sua planilha não tem treino.

Então fui lá fazer 30 minutos de esteira, mas isso era simples, aumentei a velocidade!

E me desafiei hoje faço 5km em 30 minutos ou menos!

Pode parece pouco mas quando você ganha muito peso, fica tempos sem treinar, etc, isso já é uma baita vitória!

Ai está!

img_7950 img_7951

Assim, como na corrida na vida temos de nos desafiar no pouco ou no muito não importa, temos sempre de buscar o diferencial e esse só ocorre quando nos “dias off” buscamos algo a mais do que ficar parado.

Saia do “OFF” seja “ON”!

Abracos

Guilherme Brito

 

 

 

DIA INTERNACIONAL DA SINDROME DE DOWN ESTA CHEGANDO

simdown

O dia 21/3, dia Internacional da Sindrome de Down, está chegando e diversos eventos irão acontecer.

Quero compartilhar alguns que ocorreram em São Paulo, mas tem muito evento em todo o Brasil e no Mundo.

Participe.

O site do Movimento Down traz a programação do Brasil e do Mundo, acesse, ajude e compartilhe: www.movimentodown.org.br

SÃO PAULO

SÃO PAULO

Corrida e Caminhada pela Inclusão

Dia 19/3

Organização: Instituto Olga Kós

Local: Circuito do Pacaembu

Praça Charles Miller, Pacaembu – São Paulo, SP

Inscrições e informações: www.institutoolgakos.org.br

7º Simpósio Internacional da Síndrome de Down

Dias 24 e 25/3

Com Dr. Alberto Costa (EUA), Dr. Alfredo Jerusalinsky (Argentina), Dra. Julia Serpa Pimentel (Portugal), Dr. Yves Leveque (França) e Dr. Zan Mustacchi (Brasil), entre outros.

Organização: CEPEC-SP – Centro de Estudo e Pesquisas Clínicas de São Paulo

http://www.sindromededown.com.br/

Local: Sede da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – portão 10 (ao lado do Memorial da América Latina) – São Paulo – SP

Informações e inscrições: sindromededowneventos@gmail.com

 III Caminhada Down

26/3, 9h

 Evento em comemoração ao Dia Internacional da síndrome de Down aberto a todos, pela inclusão e pela diversidade.

Organização: Projeto Simbiose

Local: Parque Villa Lobos

Av. Professor Fonseca Rodrigues, São Paulo – SP

Contato: diretoriasimbiose@gmail.com

Mais informações: http://www.caminhadown.com.br/

Não temos nenhuma responsabilidade com os eventos, nosso intuito é divulgar.

Caso conheça algum evento divulgue, para ajudar.

Abraços

Guilherme Brito

FOCO

foco

FOCO!

Passado quase dois meses, o carnaval já se aproxima e março já está ai!

O primeiro trimestre já se aproxima do fim.

E pergunto: “E tudo aquilo que sonhamos no dia 1º de Janeiro, onde estão?”

O dia a dia, a rotina, os problemas, os sucessos, a família, os filhos, e você mesmo faz com que nos afastemos dos nossos grandes objetivos do primeiro dia do ano.

Mas você se lembra do que você sonho?

Do que você traçou como meta?

Lembra?!

Ótimo!

Mas o que está nos afastando dos nossos objetivos traçados, sonhos no começo do ano, que por sinal faz pouco tempo.

Será que nossos sonhos não eram tão assim exequíveis a ponto de esquecermos deles? Será que não eram tão importantes?

O que será?

Na verdade muitas vezes sonhamos e deixamos de escrever em um papel mesmos nossos sonhos/projetos, não nos comprometermos com ele, não colocamos ele em nossos corações.

Nosso pensamento gera um sentimento, nosso sentimento gera uma ação.

Convido a você e a mim, a lembrar o que foi sonhado e agora a por no papel e mais a escrever em seu coração o que você e eu queremos.

Abraço

Guilherme Brito

O F ILHO ETERNO

o-filho-eternoAssisti ao filme O Filho Eterno, não consegui ir ao cinema, mas assisti em casa, junto com minha esposa e filhas.

Um filme feito com o coração e isso fica claro em cada ator e acredito em cada pessoa envolvida no filme.

Não vou narrar o filme, por que você deve assistir.

É um fruto do livro de Cristovão Tezza, que conta a história de um escritor e seu filho que nasce com síndrome de down.

É um mergulho na vida dos pais de crianças especais, que muitas vezes pensam, sentem tudo aquilo, mas que principalmente amam seus filhos.

A dura descoberta no parto, e o mundo ainda em evolução para receber as crianças especiais.

A demonstração de egoísmo, de um pai que vê seu espaço roubado por uma criança, mas também se vê com um “problema” que tomará seu tempo, dinheiro e ainda a frustração de um pai de não ter um filho “normal”.

Quantos pais e mães, não passam por esse sentimento?

Mas um pai que tem um amor incondicional pelo filho, descoberto com o desparecimento de seu filho.

O filme é o retrato do que aconteceu e acontece com milhares de pais e mães que tem sua vida mudada com o nascimento de um filho, um filho especial e que ao longo da caminha descobrem o amor especial.

Lindo filme!

Tenho de admitir que é daqueles filmes que no dia seguinte sua cabeça ainda está tensa de tanta emoção.

E no final o mais supreendente, foi que quando pai e filho se abraçavam no filme, comemorando, a minha filha Luísa aparece na sala, dizendo “oi” e da um abraço coletivo em mim, na minha esposa e na Duda!

Não precisa nem dizer que a choradera só aumentou.

Assista!

FOCO, FORÇA E FÉ

aos-estudantes-foco-forca-e-feIniciou o ano e o que a fazer com tantos sonhos, desejos, pensamentos, sonhos e tudo o mais que passou em nossos corações e mentes no dia da virada do ano?!

O que fazer com aquele sentimento maravilhoso que sentimos?!

Entusiasmado com o presente que minha esposa me deu, que diz: “FOCO, FORÇA E FÉ!”

Essas são as palavras que podem guiar todos os nossos desejos, sonhos durante esse ano e durante nossa vida.

FOCO: no que se quer, no que se sonha. Escreva o que você quer, o que você sonhou, ficando bem claro para você o que você quer da vida!

Quero um novo emprego, um novo negócio, quero correr uma meia maratona, quero correr 5km, não importa é seu.

FORÇA: determinação, garra, força para alcançar o que você quer, mas com planejamento, muito bem pensado e estruturado.

Se nunca correu 1km, você não vai correr amanhã 42km, precisa de preparação, de determinação.

Você quer algo diferente para sua vida, mas para mudar precisa se especializar, estudar uma nova área antes de mudar.

O caminho tem de ser desenho para que nada se perca ou você se desanime.

FÉ: nunca pode faltar! A fé que você vai conseguir, que Deus está do seu lado para você ir até lá!

A Fé te levantará todas as vezes que você cair!

A Fé te levará ao seu sonho, ao seu objetivo!

FOCO, FORÇA E FÉ!