Correndo por aí

01891c_144785fdf05d443ca93ef63398760105

Quando falo que tenho muitas novidades, quero já trazer uma novidade que me trouxe muita alegria e quero dividir com vocês pois me fez muito bem.

Me faz tão bem que resolvi ter uma coluna só sobre esse assunto e quero de ajudar a correr ou ser um exemplo se você me permitir.

Como uma grande parcela de nossa população só começamos a praticar algum esporte depois que algo acontece na nossa saude.

E comigo não foi diferente.

Fui parar no hospital devido a uma pancreatite devido a sobe e desce dos meus triglicerides, e logico as minhas belas gorduras.

Assim, tive de inicar um regime e para ajudar tinha de acrescentar uma atividade esportiva.

Todas as de esporte coletivo estavam desde já descartadas.

Mas graças ao meu irmão Luis que já corria comecei a correr e a participar das corridas de rua.

Participar de uma corrida de rua me leva ao sentimento de atleta.

Me leva ao sentimento de participar de uma competição onde o meu adversaário primeiro sou eu e depois descobrindo eles durante a corrida.

Olho alguem la na frente até alacança-lo.

Os treinos é a preparação para o grande desafio.

Cruzar a linha final e receber a medalha é o que faz tudo valer a pena.

E além disso, para correr só precisamos de nos mesmo!

Não tem horario ou lugar, basta colocar um tenis e ir para a rua ou esteira.

E talvez esse seja o grande desafio alcançado superar você mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *